Principal / Geral / Concessionária da RSC-287 participa de reunião na Prefeitura

Concessionária da RSC-287 participa de reunião na Prefeitura

No fim da tarde de ontem, o prefeito André Brito, o vice Ramon de Jesus e o presidente da Câmara de Vereadores, Luís Porto, reuniram-se com os representantes da Sacyr Concessões, César Cruvinel, Rafael Barros, Leandro Conterato e Filipe dos Reis. A pauta do encontro foi a apresentação do projeto de concessão da RSC-287 e a instalação do pedágio em Taquari.

Além de debater os detalhes do projeto, a Prefeitura propôs à Sacyr a realização de uma audiência pública na comunidade para explanar o projeto aos moradores da região da RSC-287 e aguarda resposta da concessionária. “Nossa preocupação é com os possíveis transtornos que isso pode trazer aos moradores, em especial no escoamento da produção agrícola. Por isso, o nosso constante diálogo, buscando propostas e alternativas favoráveis a nossa população”, informou o prefeito André Brito.
A concessão de 204 quilômetros da RSC-287 prevê a duplicação da rodovia entre Tabaí e Santa Maria, com nova pista construída no lado direito, sentido capital/interior. Também haverá a instalação de cinco praças de pedágio, uma delas em Taquari, no quilômetro 47, próximo à ponte do Arroio Capivara. No local, a cobrança deve iniciar em 2022. Na época do leilão da rodovia, em 18 de dezembro de 2020, a tarifa apresentada pela vencedora era de R$ 3,36 em ambos os sentidos, no entanto, o valor poderá ser atualizado, com base na inflação, até o início da cobrança.

Moradores da região debatem os impactos da concessão

A concessão da RSC-287, iniciada em 1º de setembro pela Sacyr Concessões, a instalação de pedágio em Taquari e a duplicação da rodovia estão preocupando os moradores da região. Algumas localidades do município devem ser mais impactadas pela concessão e os moradores da região de Amoras, Fazenda Pereira, Costa do Capivara e Cerro dos Kern têm se reunido para debater as mudanças que ocorrerão e reivindicar melhorias no projeto.

Na última quarta-feira, foi realizada reunião no salão da comunidade de Amoras. Na quinta-feira, 2 de setembro, a reunião ocorreu na Costa do Capivara. Os encontros foram marcados pelo vereador Leandro Mariante, que, inicialmente, fez explanação do contrato e, após, abriu o microfone para a comunidade se manifestar.
Embora o contrato entre o Governo do Estado e Sacyr Concessões já esteja assinado, os taquarienses estudam o documento e analisam alterações a serem pleiteadas junto à empresa e poder público.

Entradas das propriedades

Morador da região, Leon Leite, 37 anos, abordou que, pelo contrato, a empresa tem direito a fechar todas as entradas que não estejam de acordo com o projeto. “Ninguém sabe se a entrada da sua propriedade está dentro da lei, isso me deixa abalado, me preocupa a gente perder o direito de ir e vir. Para quem não acredita que a coisa vai acontecer, eu digo que vai acontecer, sim, e a gente precisa pedir e lutar porque vamos ter um monte de impacto na região”, destacou.

Comércio

Os comerciantes Rogério Wint e Rafael Kern estão preocupados com o impacto em seus estabelecimentos. Rogério possui comércio de venda de artesanato e arte em madeira e projetava a instalação de uma tenda colonial. “Meu comércio pequeninho acho que já posso fechar, só vou vender para quem vem do lado de Santa Maria, porque ninguém vai fazer um retorno de três quilômetros para comprar no meu comércio”, lamentou. Rogério sugeriu a realização de um protesto pacífico para mostrar que a comunidade vai exigir seus direitos.
Outro comerciante, Rafael Kern, proprietário de fábrica de vasos e materiais em cerâmica, destacou que o negócio da família deve ser totalmente atingido. “Na cerâmica não tem o que fazer. Vamos ter que calçar o pé mesmo quando eles vierem. Eles têm que dar suporte para cada comércio, cada família que vai ser afetada”, opinou.

Liderança local

Morador da região, Pedro Paulo Machado, falou que a empresa tem o prazo de dois anos para fazer a conservação da rodovia e depois iniciar a duplicação e considerou que o grupo precisa se unir para definir as reivindicações a serem feitas. “Temos que nomear um líder, trazer as pessoas para a luta, mesmo que o seu terreno não seja atingido, porque a verdade é que nós não mandamos mais no que a gente tem”, falou.

Acesso lateral

Elton Muller ressaltou a preocupação com o transporte do maquinário agrícola e considerou que uma via lateral pode amenizar os problemas da comunidade. “Pelo menos na área mais urbanizada é algo que a gente tem que insistir”, destacou.

Rede de água e retornos

Os moradores das localidades lindeiras à RSC-287 possuem uma associação de abastecimento de água e estão preocupados com a manutenção do serviço. A tubulação que leva água encanada às residências passa por baixo da pista e nas margens da rodovia. “Não vamos ter como desembolsar dinheiro mais uma vez para fazer rede, ninguém tem dinheiro sobrando e nós não pedimos essa obra. Temos que botar na mesa essa questão da água. Também precisamos de, pelo menos, três retornos aqui na região, já ajudaria bastante, porque muita coisa vai mudar, vamos ter prejuízo social também, de vizinhança”, considerou o morador Léo Piovesan.

Ficar preparados

Moradora de Amoras, Ana Maria da Rosa, opinou que o prazo de dois anos para a conservação da rodovia pode ser antecipado pela Sacyr. “Eles querem nos pegar dormindo, mas a gente tem que se preparar rápido, com todos os documentos e necessidades da comunidade. Eu acho que independentemente se moramos do lado de cá (sentido capital/interior) ou do lado de lá (interior/capital), temos que nos preparar igual, porque todos seremos atingidos”, ressaltou.

Além disso, verifique

Buscando conter avanço do coronavírus, fiscalização será intensificada em eventos

As ações de fiscalização em casas de eventos e locais de aglomeração serão reforçadas, neste ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ