Principal / Geral / Problema na prestação de contas da Adpecs deixa funcionários de creches com salário atrasado

Problema na prestação de contas da Adpecs deixa funcionários de creches com salário atrasado

Professores e auxiliares de educação infantil das escolas Nossa Senhora das Graças, São José e Vó Laura receberam os vencimentos do mês de março na tarde da última quarta-feira.
As creches são administradas pela Associação de Desenvolvimento de Projetos Educacionais, Culturais e Sociais – ADPECS, através de parceria público-privada, em que a Prefeitura repassa valores mensais à entidade para pagamento de funcionários e despesas com a manutenção do prédio. O atraso de oito dias no pagamento deixou os trabalhadores apreensivos, que contataram O Fato para informar a situação.
“Em plena pandemia de coronavírus e sem salário, eu não tenho mais nada dentro de casa e vou pagar juros dos cartões que venceram tudo na semana passada”, contou uma das funcionárias ao jornal, que, até o início desta semana, não havia recebido previsão de pagamento. Segundo os servidores, o prefeito Maneco informou ao grupo que o atraso era decorrente da suspensão do pagamento à entidade, em função de falta de prestação de contas da Adpecs.
A administração municipal disse, ao jornal, que a empresa apresentou toda a documentação na última terça-feira. “O pagamento estava suspenso até o envio desta documentação, que é uma exigência contratual. A entidade recebeu a verba nesta quarta-feira, dia 15”, informou a Prefeitura
Questionada sobre a possibilidade de rescisão do contrato com a Adpecs, válido até 2022, a administração municipal disse que não está sendo cogitada. “A Prefeitura está satisfeita com o trabalho da entidade”, afirmou. O diretor da Adpecs, Leandro Britscke, disse a O Fato que a associação havia apresentado a prestação de contas, mas que a Prefeitura informou que não estava nos moldes desejados e a documentação precisou ser refeita. A Adpecs informou que recebeu a notificação em março e que, pelo contador ser de outro município, teve dificuldades em agilizar a documentação em meio ao isolamento social em função da pandemia de coronavírus. A associação disse que solicitou prorrogação de prazo à Prefeitura e entregou a documentação na data estipulada pela administração municipal. Leandro acredita que foi desnecessária a suspensão do pagamento no período. “Não teria necessidade, me parece que isso foi mais uma questão de fluxo de caixa mesmo, daqui a pouco até para dar um argumento para o pessoal, porque a Prefeitura não pagou. E a gente entende porque não é um momento fácil. A gente sabe que hoje todos os recursos estão direcionados, muitos têm ido na linha até de suspender contratos”, disse o responsável pelo projeto da Adpecs em Taquari.
O jornal também recebeu, ontem, a informação de que a entidade havia pago alguns salários parcialmente, mas a Adpecs foi enfática em afirmar que realizou todos os pagamentos de forma integral.

Além disso, verifique

Buscando conter avanço do coronavírus, fiscalização será intensificada em eventos

As ações de fiscalização em casas de eventos e locais de aglomeração serão reforçadas, neste ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ