Principal / Geral / Prefeitura é autorizada a fazer acordo judicial para retomada de prédio da Mita

Prefeitura é autorizada a fazer acordo judicial para retomada de prédio da Mita

Durante sessão na noite da última terça-feira, foi aprovado projeto de lei que autoriza a Prefeitura de Taquari a firmar acordo judicial com a Mita Ltda, Setapar SA e Diego Carlos Leuck, em processo de anulação de ato administrativo. O acordo visa à retomada do prédio que, em 1999, foi doado à empresa do ramo de artefatos de madeira.

Na justificativa do projeto, a Prefeitura informou que entrou com o processo para reincorporação da área, porque a doação do imóvel à empresa tinha como objetivo alavancar a economia do município com a geração de empregos para a população. “A empresa encerrou suas atividades em 31/01/2015, sob o argumento de que o câmbio, custos logísticos das operações e a queda dos preços internacionais foram os motivos para o fechamento, deixando assim de atender a finalidade para a qual a área de terras foi doada pelo município na época”, disse a administração municipal. De acordo com a Prefeitura, o processo está em fase de instrução, deve levar anos até a conclusão de todos os trâmites e, como há interesse do Corpo de Bombeiros de se instalar no local, a administração decidiu firmar um acordo com a empresa. Nele, é reincorporada ao patrimônio do município parte do imóvel anteriormente doada, que consiste em um terreno com a extensão superficial de 8.552,58m², com um prédio de 470m², situado na rua Marechal Deodoro. No projeto enviado à Câmara, não consta o tamanho da área e benfeitorias que seguem de propriedade da empresa. Questionada por O Fato, a Prefeitura disse que passará essa informação na próxima semana.
Os vereadores aprovaram o projeto por unanimidade, em sessão extraordinária, sem manifestação na tribuna sobre o assunto.

Câmara coloca novos quadros em galeria de fotos e homenageia Pastora Mara

No fim da tarde da terça-feira, a Câmara de Vereadores realizou uma cerimônia para marcar a colocação de novos quadros na galeria de fotos da Casa. O momento mais emocionante do ato foi a inauguração da foto da Pastora Mara Barcellos Rodrigues na galeria de ex-vereadoras. Mara exerceu a vereança pelo PSDB entre os anos de 2017 e 2020, quando disputou a eleição municipal para o cargo de vice-prefeita na chapa com João Batista (PSDB). Ela faleceu em maio deste ano, vítima de complicações pulmonares. Mara era pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Rincão São José.
A cerimônia teve número restrito de participantes para atender aos protocolos da pandemia, mas contou com a presença do marido de Mara, Gilson Rodrigues, que falou em nome da família da homenageada. Ele leu um trecho bíblico sobre o tempo e destacou: “A Mara teve o tempo dela, passou por essa Casa e nos deixou um exemplo que vai se refletir por muito tempo. Hoje, vocês (vereadores) estão aqui, foram eleitos pelo povo, mas vocês também estão aqui porque Deus quis, então aproveitem esse tempo à frente dessa Casa para dar o melhor de si, para lutar pelas pessoas, que era o que a Mara fazia”, disse Gilson Rodrigues.
Ainda durante a cerimônia de terça-feira, foi colocada placa com a foto dos integrantes da atual legislatura da Casa e, na galeria de ex-presidentes, fotos de Luís Porto (PT), que presidiu a Casa em 2016 e 2021, José Harry (PDT), presidente em 2018, e Leandro Mariante (PT), gestor em 2020.

Aprovado projeto que reconhece a atividade religiosa como essencial à população

Com a presença pastores, pároco e demais líderes religiosos, foi aprovado projeto de lei, de autoria de Luís Porto (PT) e Leandro Mariante (PT), que reconhece a atividade religiosa como essencial para a população em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais. O projeto já existe em âmbito estadual, aprovado em 2021, e o conteúdo agora também tornou-se lei municipal. A matéria determina que as atividades religiosas realizadas nos seus respectivos templos e fora deles devem ser mantidas, observadas as recomendações expedidas em cada caso pela secretaria Municipal da Saúde.
Os autores do projeto comentaram o assunto na tribuna. “É importante colocar isso em lei, pela importância do trabalho que vocês exercem, para a cidade, para a nossa comunidade”, disse Luís. “É notório e valoroso e muitas pessoas reconhecem o trabalho desenvolvido pelos templos, as igrejas fazem muito bem a função de cuidar das pessoas, são como uma família”, considerou Leandro Mariante. Outros vereadores também usaram a tribuna para parabenizar a criação do projeto e atividades desenvolvidas pelos templos e líderes religiosos em Taquari.

Além disso, verifique

Número de casos de Covid-19 é o mais alto desde o início da pandemia

Taquari vive mais um momento crítico em relação ao coronavírus. Depois de iniciar a testagem ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ