Principal / Geral / Cerca de 40% dos contribuintes ainda aguardam o carnê de IPTU
iptu5-2015

Cerca de 40% dos contribuintes ainda aguardam o carnê de IPTU

Muitos moradores dos bairros Colônia Vinte de Setembro, Prado, Coqueiros, Santo Antônio e Passo da Aldeia ainda não puderam pagar o Imposto Territorial e Predial Urbano (IPTU) 2015. Isso porque não foi finalizado o recadastramento imobiliário nestas áreas, que estão entre as mais populosas do município.

Hoje, segundo o secretário da Administração, Cláudio Roberto dos Santos, devem começar a ser entregues 1,2 mil boletos na zona 8, que compreende com predominância o Bairro Colônia Vinte de Setembro. Nos próximos dias, deve ser finalizada a medição dos lotes na zona 6, bairros Prado, Santo Antônio, Coqueiros e Passo da Aldeia. Para esta zona, estão previstos cerca de 3 mil carnês, que devem ser entregues em duas semanas.
Estes moradores representam cerca de 40% dos contribuintes do município. Os boletos virão com duas possibilidades de pagamento: a primeira em cota única para o dia 15 de novembro e a segunda parcelada em três vezes, com vencimentos no dia 30 dos meses de novembro, dezembro e janeiro de 2016.
O trabalho de recadastramento imobiliário, iniciado em fevereiro deste ano, atualizará o cadastro de imóveis do município, assim como os valores do IPTU. No entanto, ele está muito atrasado, visto que a entrega dos últimos boletos estava prevista para agosto deste ano. Segundo o secretário de Administração, esse atraso prejudicou as finanças do município. A Prefeitura pretendia arrecadar em torno de R$ 2 milhões com o imposto neste ano, no entanto, pouco mais de R$ 500 mil foram pagos pelos munícipes. “Muito em função dessa questão de arrecadar por zona e também porque 40% dos carnês ainda não foram entregues e muitos parcelaram os valores. Não chegou nem perto do que a gente esperava”, explica Cláudio Roberto dos Santos. Somente quando o trabalho for finalizado, a Prefeitura saberá o valor total cobrado de IPTU nos cerca de 11 mil lotes que estima existir no município.
Conforme o secretário, mesmo com os problemas ocorridos no trabalho, ele ainda é satisfatório. “Precisávamos dessa atualização, muitos lotes não estavam contabilizados, vai servir para os próximos anos. É um processo pelo qual tínhamos que passar”, garante. Para o ano que vem, a Prefeitura pretende entregar os carnês de IPTU em fevereiro, com possibilidades de pagamento em cota única para o dia 10 de março ou parcelado em seis vezes. No entanto, isto ainda é projeto, que deve passar por apreciação do Legislativo nas próximas sessões.
A Administração Municipal ainda têm mais de R$ 12 milhões para receber em dívida ativa de IPTU e Imposto Sobre Serviço (ISS) de anos anteriores e oferece condições de pagamento para quitação dos débitos. Mais informações podem ser obtidas na Prefeitura.
Reclamações e falhas
Entre os mais de seis mil de contribuintes que já receberam seus carnês, 100 reclamaram à Prefeitura sobre o valor cobrado. Após a entrega de todos os boletos, novas medições serão realizadas nestes lotes para calcular o imposto. Além disso, houve uma falha no sistema e problemas nos dados de 400 lotes, que também serão recalculados.
Serviço custou mais de R$ 650 mil à Prefeitura
A Prefeitura de Taquari firmou contrato com as empresas Planageo Serviços e Consultoria, para atualização do cadastro imobiliário e implantação de sistema de georreferenciamento, e DB Seller Serviços de Informática, para informatização destes e demais dados da Prefeitura, além da capacitação de servidores para trabalharem nos sistemas. O contrato destes serviços totaliza R$ 658.812,12. A Planageo foi contratada por R$ 409,8 mil e a DB Seller por R$ 20.751,01 mensais por 12 meses, o que atinge o valor de R$ 249.012,12 em um ano.
Isenção do imposto 2016 deve ser pedida até 30 de novembro
Do IPTU 2015, só está isento o contribuinte que já constava na lista de isenção do imposto, antes da realização do recadastramento imobiliário. No entanto, quem quiser pedir a isenção do imposto de 2016 tem até o dia 30 de novembro para levar a documentação necessária na Prefeitura.
Nesta semana, foi aprovado pelo Legislativo um projeto de lei que determina as regras para isenção do IPTU em Taquari. Não precisam pagar o imposto os contribuintes cuja renda familiar seja até dois salários mínimos nacionais e o imóvel seja residência própria, desde que o contribuinte tenha mais de 60 anos ou o imóvel esteja avaliado pela secretaria municipal da Fazenda no valor máximo de R$ 30 mil; entidades culturais, esportivas, beneficentes, hospitalares e religiosas; e portadores de câncer ou AIDS, desde que o imóvel seja próprio. É necessário apresentar documentação que comprove o enquadramento nestas regras. A taxa de recolhimento de lixo não está incluída na isenção. Mais informações podem ser obtidas na Prefeitura.

Além disso, verifique

MISTURA ON-LINE

Programa Mistura Fina On-Line – 12/07/2019

Abertura Mistura Fina On-Line de 12 de julho de 2019 Entrevista com Maria Eduarda Lima ...

xu hướng thời trangPhunuso.vnshop giày nữgiày lười nữgiày thể thao nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcmphụ kiện thời trang giá rẻ